sábado, 11 de julho de 2009

O que motiva?

Algo é tocado pela universalidade da Arte; uma ponte ao palco do Real, que ao subir das cortinas revelam-se os dramas de nossas almas. Há uma transparência da necessidade dos povos em consumir a sua arte, sejam elas em suas singularidades, ou não. Essa necessidade vem do próprio caminho individual e sua relação com a Cultura, que se faz em uma resposta pulsional ao metodismo – sistemático dos dois últimos séculos, no qual não há um investimento na alma e na profundidade do íntimo de cada um. Um mau estar na civilização. A arte é um mistério, mas ela em sí não tem mistérios, seu caminho parece de mistificações, mas como diz Freud; as mistificações são produtos do inconsciente. E como diz Lacan; quem fala quer dizer algo, produto do inconsciente. Quem sabe seja por isso que os povos amem as suas artes e os seus poetas, pois falam de uma forma diferente e necessária da Alma humana, algo é tocado. E para abrir esse Blog nada sucinto como a excrecência ornamental:
video